Cidadania‎ > ‎

A Johnson & e Johnson marca um Gol de Letra

postado em 16 de nov de 2018 14:20 por ANA PAULA LOPES VIEIRA PAIVA   [ 30 de nov de 2018 17:01 atualizado‎(s)‎ ]

A Johnson & Johnson acaba de firmar um acordo com a Fundação Gol de Letra. Juntas, empresa e Ong investirão na formação de agentes comunitários, peça fundamental para que a atividade social não se restrinja ao simples assistencialismo. A empresa entrará com os recursos financeiros, estimados em R$ 130 mil ao ano, além de doar mais de 680 kits de produtos. A Gol de Letra, por sua vez, entrará com seu know-how na formação de agentes na Vila Albertina, em São Paulo, onde fica a sede da entidade. Para a Fundação Gol de Letra, a adesão da Johnson & Johnson confirma uma tendência crescente de envolvimento do setor privado com o trabalho das organizações não governamentais. As empresas também são atraídas, no caso específico desta Fundação, por sua metodologia de trabalho, que visa fortalecer o papel do indivíduo dentro de sua comunidade, favorecendo o crescimento de ambos. Vale lembrar que o trabalho desenvolvido pela Gol de Letra em sua unidade paulista foi reconhecido pela UNESCO como modelo mundial no apoio a crianças menos assistidas.

Mas esta não é a primeira vez que a J&J se envolve em empreitadas deste tipo. Foi ela quem trouxe ao Brasil a Ong Criança Segura, cuja proposta é desenvolver na comunidade a consciência da prevenção de acidentes. Também desenvolve o programa Cuidar não dói, pelo qual as crianças de escolas públicas e privadas recebem noções de cuidados pessoais e primeiros socorros. Em parceria com o Instituto Kaplan, lançou em 1998 o Jogo de Corpo, um programa educacional com foco em adolescentes e aplicado em escolas públicas e privadas. Em comum, todos estes projetos têm o objetivo de criar nas próprias comunidades as condições para a elevação de sua qualidade de vida.

Comments